Resenha: À Flor da Pele – Helena Hunting

resenhA_FLOR_PELE

Sinopse

Tudo na tímida Tenley Page intriga o tatuador Hayden Stryker de um modo que ninguém jamais conseguiu: do cabelo longo e esvoaçante com aroma de baunilha até a curva suave do quadril… E o interesse dele só aumenta quando ela pede que ele tatue um desenho incomum em suas costas.
Com seu jeito durão, Hayden é tudo que Tenley nunca se atreveu a desejar. A química entre os dois é instantânea e desperta nela o desejo de explorar o corpo escultural que há por baixo de tantas tatuagens. Traumatizada por um passado trágico, Tenley vê em Hayden a chance de um recomeço. No entanto, o que ela não sabe é que ele também tem segredos que o impedem de manter um relacionamento por muito tempo.
Quando os dois mergulham em uma relação excitante e enfim passam a confiar um no outro, lembranças e problemas batem à porta — e talvez nem mesmo a paixão entre eles seja capaz de fazê-los superar seus traumas.

separador

Eu confesso: tem vezes que escolho o livro pela capa. É um método perigoso, mas, pra mim, irresistível. “A flor da pele” foi um livro “escolhido pela cara” e, pra minha alegria, também tem um belo coração…

A autora, (muito bem) recomendada por E L James, trouxe uma história que mesmo não exatamente original, tem muita habilidade em envolver e cativar o seu leitor a tal ponto que você esquece os clichês que você vai encontrando a medida que avança na leitura.

Tem um tatuador lindo. Cheio de tatuagens e piercings.
Tem uma mocinha linda e tímida, mas com ares de rebeldia.
Ele não segue regras.

Ela faz mestrado.

Eles têm segredos.

Eles contam meias verdades. Para si mesmos e pros outros.

Eles não acreditam que podem ser felizes depois de tudo que (pensam que) fizeram e assim são responsáveis por tal sina. ( E acreditem, é difícil estabelecer qual deles teve a pior perda…)

Você já leu isso, né? Será que vale a pena ler outro? Vale, amiga. Acredita.

Helena é de uma habilidade tremenda em trazer uma composição rica de personagens e isso pode ser visto tanto no casal principal quanto nos personagens secundários, que conferem a história uma profundidade real e dá ao leitor um sentimento de empatia por todos.

Hayden e Tenley são disfuncionais, complexos, perturbados, mas extremamente reais. E de alguma forma meigos. E assim, totalmente merecedores de um sossego na vida. E juntos, por mais curioso que isso possa parecer, trazem a possibilidade de uma vida mais feliz e plena para ambos. Pena que eles vivem se sabotando…

Como já foi dito, outro ponto forte da trama são os personagens secundários (que de acordo com o Goodreads, possuem seus próprios livros \o/ ) que somam muito na história e ajudam o leitor a entender mais sobre o casal principal.

Então, pegue seu cupcake e embarque nessa viagem nem sempre fácil de Hayden e Tenley e torça junto comigo por um final feliz…

Ah, recado pras ansiosas (como eu), não é livro único…

my rating 5 starsPor Silvia Lima.

Um pensamento sobre “Resenha: À Flor da Pele – Helena Hunting

  1. As vezes me irrita quando vou ler uma história em que as duas pessoas com trauma, conseguem se erguer e de uma hora para outra, o passado volta como se nada tivesse acontecido! Vontade de trucidar esse tipo de gente, mas amei sua resenha!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s