Resenha: A Garota no Trem – Paula Hawkins

resenha_garota_trem

Todas as manhãs Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas d’água, pontes e aconchegantes casas. Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes – a quem chama de Jess e Janson –, Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess – na verdade Megan – está desaparecida.
Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos. Uma narrativa extremamente inteligente e repleta de reviravoltas, A garota no trem é um thriller digno de Hitchcock a ser compulsivamente devorado.

separador

Apesar de ler pouco do gênero presentemente, um bom thriller psicológico sempre me fascina. E quando li a sinopse do livro A garota no trem, ele instantaneamente me chamou a atenção. E não seria para menos, quando finalmente o peguei em mãos, devorei em dois dias.
Como sintetizar tanta genialidade num enredo? Como resumir meus sentimentos em tanta verdade e profundidade numa narração?
Vamos lá!!!!
O livro é narrado em primeira pessoa e é alternado entre três personagens chaves. Um quebra cabeça muito bem calculado desde a primeira página. E eu amei cada nova descoberta, cada pedacinho dessa genial charada muito bem harmonizada.
Paula Hawkins me ganhou pra sempre. Me apaixonei profundamente pela escrita dessa autora tão surpreendente.
O que mais me encantou foi a forma que a autora narra. Não existe mundinho perfeito a caminho. Você se depara com a realidade, a do vizinho, a sua! É tudo tão real, tão íntimo. Eu senti o que ela descreve, eu reconheci a fraqueza, a dor, a fragilidade do ser humano. Eu captei a sensação do vício, não porque eu me coloquei no lugar, mas porque eu também tenho debilidades; todos nós temos e Paula Hawkins foi extraordinariamente primorosa ao atingir o ponto exato da impotência humana.

“Uma para tristeza, duas para alegria, três para menina. Três para menina. Fico empacada nas três. Não consigo passar disso. Minha cabeça está repleta de sons, minha boca, repleta de sangue. Três para menina. Posso ouvir as aves, as pegas-rabudas — estão rindo, debochando de mim, um crocitar estridente. Um bando. Mau agouro. Posso vê-las agora, negras contra o sol. Não as aves, outra coisa. Alguém está vindo. Alguém está falando comigo. Veja só. Veja só o que você me obrigou a fazer.”

Por mais que alguns personagens sejam dignos de raiva, as vezes até nojo, eu não consegui odiá-los completamente. Porque eles são tão, tão humanos! Eu senti raiva sim, repulsa, claro! Mas em determinados momentos, senti muita pena, é tudo muito cru, verdadeiro e me vi completamente envolvida.
Quando eu acabei a leitura, fui pesquisar sobre o livro e descobri que “ A garota no trem, já vendeu quatro milhões de exemplares e foi traduzido para 44 línguas. O livro está na lista dos mais vendidos do “New York Times” há 27 semanas, e no Reino Unido derrubou o recorde alcançado há seis anos por “O símbolo perdido”, de Dan Brown” (Fonte: Jornal O Globo). E a melhor notícia? A história vai virar filme!!!!!!Simplesmente ADORO quando isso acontece!!!
Preferi não citar os personagens, não quero sinalizar nenhum tipo de spoiler. E eu SUPER indico que você leia. É uma leitura fluida e viciante, vale muito a pena MESMO!

my rating 5 stars

Por Anna Camilla

Um pensamento sobre “Resenha: A Garota no Trem – Paula Hawkins

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s