Crítica: Rogue One – Uma História Star Wars

000000

Rogue One – Uma História Star Wars (Rogue One – A Star Wars Story)

Ficha Técnica:
Direção: Gareth Edwards
Elenco: Felicity Jones, Diego Luna, Ben Mendelsohn, Mads Mikkelsen, Forest Whitaker e outros.
Distribuidora: Disney/Buena Vista

Sinopse:

 Ainda criança, Jyn Erso (Felicity Jones) foi afastada de seu pai, Galen (Mads Mikkelsen), devido à exigência do diretor Krennic (Ben Mendelsohn) que ele trabalhasse na construção da arma mais poderosa do Império, a Estrela da Morte. Criada por Saw Gerrera (Forest Whitaker), ela teve que aprender a sobreviver por conta própria ao completar 16 anos. Já adulta, Jyn é resgatada da prisão pela Aliança Rebelde, que deseja ter acesso a uma mensagem enviada por seu pai a Gerrera. Com a promessa de liberdade ao término da missão, ela aceita trabalhar ao lado do capitão Cassian Andor (Diego Luna) e do robô K-2SO.

Minha Impressão e Desabafo:

É sempre maravilhoso ver Star Wars em uma telona. Ainda mais maravilhoso é mergulhar neste universo criado por George Lucas em cada filme. Quando soube que Rogue One seria produzido, um frio na espinha me abateu. Medo? Sem dúvida! Mas eu tinha fé!

Com os roteiristas Tony Gilroy (O Abutre) e Chris Weitz (Cinderela) no projeto e a direção de Gareth Edwards (Godzilla), a franquia tomaria mais uma oportunidade de se reinventar, apesar de os fãs ficarem mais exigentes depois do resultado de Star Wars: Episódio VIII – O Despertar da Força. Todavia, o trabalho desse pessoal foi memorável.

Mexer com a trilogia antiga (Star Wars: Uma Nova Esperança, O Império Contra-ataca e O Retorno de Jedi) é sempre algo para qualquer fã enlouquecer. E Rogue One, que é mencionada na abertura de Star Wars: Episódio III – Uma Nova Esperança, seria um risco tremendo ao ser criada para o cinema.

Seria. Mas não foi o que aconteceu!!!

O enredo desta história de Star Wars parte da premissa do relacionamento de um pai e sua filha. Acreditem! Jyn Erson (Felicity Jones) acaba sendo afastada do convívio de sua família, em virtude de seu pai ser uma peça importante para o Império. Graças a imposição do Diretor Krennic (Bem Mendelsohn), que obriga Galen Erso (Mads Mikkelsen) a trabalhar numa arma poderosa, que mais tarde conhecemos como a temida Estrela da Morte.

A partir daí, mais personagens são introduzidos pouco a pouco, usando as localidades como construção da narrativa, que vai tomando a telona a cada cena. E é claro que temos o escape cômico, desta vez mais comedido e muito bem usado. Ah, não posso esquecer dos droids, muito bem representado pelo sarcástico K-2SO.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O que posso dizer mais? Há inúmeras referências ao primeiro filme da trilogia antiga. Inclusive alguns personagens aparecem e deslumbram na sua presença. Mas é Lord Vader que vai realmente fazer você pular da cadeira!!!!! Sua aparição é de uma força… a forma como ele foi calculadamente posto na trama é digna de uma salva de palmas. Brilhante trabalho de edição.

Outra grata surpresa é a trilha sonora. Tomando como base a incrível obra de John Williams, Michael Giacchino trouxe frescor e deixou sua assinatura na história.

Por fim, a fotografia e os efeitos especiais característicos de Star Wars continuam a maravilhar. Desde os caças X-Wings até a própria Estrela da Morte tão imponente, não há como não se encantar com está pequena e importante história para a franquia.

É um filme de fã para fãs. Completo e extremamente fluído. As cenas de batalha são de deixar qualquer um de queixo caído. E, os cinco minutos finais são de deixar qualquer um eufórico!!!!!! Simplesmente não consigo transpor (e nem vou, por conta dos spoilers que estou a todo custo evitando) nestas linhas, contudo peço carinhosamente: VÁ AO CINEMA!!!!

“I’m one with the Force, and the Force is one with me.”  (Chirrut Îmwe)

my rating 5 stars

Fontes: IMDb, AdoroCinema.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s