Resenha de ARC: Preston’s honor, de Mia Sheridan

miasheridan_preston

 

Preston’s Honor
Mia Sheridan
Data de publicação: 19/02/2017

*ARC gentilmente cedido em troca de uma resenha honesta

Sinopse:

“Havia dois irmãos – gêmeos idênticos – e embora eu amasse os dois, minha alma pertencia a apenas um.

Annalia DelValle amou Preston Sawyer por toda sua vida. A filha de um pobre trabalhador agrícola imigrante, ela cresceu como um pária em uma minúscula cabana , em Central Valle na Califórnia. Mas seu coração encontrou liberdade na terra, nos espaços abertos de Fazenda Sawyer e nos garotos que eram seus únicos amigos.

Preston tem ansiado por Annalia desde que era um menino. Mas um sentimento de honra o impedia de persistir até que ele não pudesse segurar mais e seus mundos – e corpos – colidiram em uma quente noite de verão. Uma noite que desencadeou uma cadeia de eventos que irão alterar suas vidas para sempre.

Agora Annalia está de volta à cidade, depois de desaparecer sem rastro durante seis longos meses. Determinada a recuperar seu coração, sua vida e o bebê que ela deixou para trás – o filho que foi criado em um momento de luxúria, amor e anseio reprimidos.

Preston sobreviveu ao sofrimento, a uma seca devastadora e ao desespero da mágoa, mas não está certo de que vai sobreviver a Annalia novamente. E ele pode não estar disposto a tentar. O orgulho e a amargura o manterão longe da única coisa que ele sempre desejou?

Como você cura o que está irremediavelmente quebrado? Como você perdoa o que é imperdoável? Como você descobre que a verdadeira honra não vem das circunstâncias, mas do lugar no fundo de nossos corações onde a verdade reside? E como você vai além das feridas do passado para descobrir que alguns amores são tão sólidos como o chão sob seus pés e tão duradouros quanto a própria Terra?

ESTE É UM LIVRO STAND-ALONE DA SÉRIE SIGNS OF LOVE, INSPIRADA POR GÊMEOS. Um Romance Contemporâneo New Adult: Devido a linguagem forte e conteúdo sexual, este livro não se destina a leitores com idade inferior a 18 anos.”

Resenha:

“Preston’s Honor” o novo livro da serie “Signs of Love”, baseado no signo de gêmeos, traz uma comovente história de amor, renúncia, honra, segredos e o poder do diálogo.

Como já pode ser visto na sinopse, o livro conta a história de dois irmãos, Preston e Cole Swayer, filhos do dono de uma fazenda no interior da Califórnia na qual a mãe de Annalia, ou Lia, como é chamada, trabalhava. Conhecendo-se desde crianças, um forte laço amizade se forma entre eles. Cole é o irmão descolado, divertido, despreocupado, que sonha conhecer o mundo. Preston, por sua vez, é o irmão responsável, ligado a terra, preocupado em agir sempre com seriedade e honra e a luta do pai em manter sua fazenda.

“Um homem é tão bom quanto sua palavra.” Preston Sawyer

Já Lia possui o que não se pode chamar menos do que uma vida dura. Filha de imigrante ilegal doente, passa por todo o tipo de frustração e privação afetiva e financeira, tendo nos dois rapazes seu oásis em meio ao deserto repleto de pobreza, preconceito e carência. Ela luta para ter um mínimo de dignidade, enquanto porta-se de maneira resignada e compreensiva, a fim de receber qualquer migalha de afeto que alguém de seus “parâmetros” possa obter.

Sendo de universos completamente diferentes, eles tentam fortemente manter este laço, mas a medida em que o tempo passa, os sentimentos de Lia pelos irmãos começam a se diferenciar, gerando na menina uma frustração por não ver como aproximar-se mais de quem ama.

“Seus olhos se demoraram por um momento em nossas mãos antes de ela dizer, ‘Algum dia eu vou sair daqui, mas uma parte do meu coração vai ficar. Com você.'”   Lia Dellvalle

Os meninos, num ato que só a juventude e impetuosidade justificam, acabam por selar um pacto que traz muito sofrimento, renúncia, frustração e tristeza até sua conclusão.

Não me parece justo contar detalhes dessa história, você precisa ver por si mesma como Mia consegue ir desvendando aos poucos cada desejo, cada ato e as consequências recaindo sobre os personagens.

Assim, sinto-me motivada a falar sobre minhas impressões sobre o que senti com a leitura deste comovente livro.

Muitas vezes, em nossa urgência para sermos amadas, submetemo-nos a situações que não nos satisfazem, que nos arrastam a uma vida insípida e cheia de apatia. Da mesma forma, muitas vezes não conseguimos verbalizar nossos desejos, muitas vezes por medo da rejeição, sendo atingidos pela frustração de ver o outro reagindo de forma diferente do que esperamos.

No amor, e na vida como um todo, não há como saber dos sentimentos das pessoas sem que elas nos digam. Sem isso, a razão de nosso afeto pode até achar que não gostamos de algo, ou que não estamos bem mesmo quando dizemos o contrário. Agora, o que parece mais certo é que sejamos magoados por quem muitas vezes não sabe que está fazendo isso.

“Isso era o que eu queria que Lia fosse para mim – um céu gentil, eu desejava isso – desesperadamente – e, no entanto, eu tinha mantido a confusão, uma e outra vez.” Preston Sawyer

Assim, se você deseja amar e ser amada plenamente, é preciso honrar esse sentimento e para isso é preciso se expressar, verbalizar, manifestar claramente o que deseja.

Isso nem sempre é fácil e nem todos precisam ouvir da mesma forma. Vejamos Grayson, de “Grayson’s vow”, por exemplo. Ele precisava acreditar que a felicidade era possível e isso só entraria em seu coração de forma singela e sutil. Preston, por outro lado, precisava de um confronto, alguém que o falasse para acordar e sentir o cheiro do café.

Da mesma forma, pensamos muitas vezes que a resignação e a resiliência são o único caminho da aceitação. Se formos comportadas, comedidas, seremos aceitas, respeitadas e quem sabe até em algum momento amadas.

Entretanto, é preciso que se descubra a forma certa de se expressar e se isso não for suficiente, é preciso aprender também a hora de bagunçar, tirar as coisas do lugar, virar a mesa, reagir, impor-se. Para ser feliz, é preciso saber a hora de reagir, se libertar, mostrar o que quer e como quer, sem medo de fazer barulho!

“Faça barulho, mi amor, faça barulho” Rosa

Quatro estrelas amorosas e todo meu amor pelos livros de Mia!!!

4estrelas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s