Crítica: Rogue One – Uma História Star Wars

000000

Rogue One – Uma História Star Wars (Rogue One – A Star Wars Story)

Ficha Técnica:
Direção: Gareth Edwards
Elenco: Felicity Jones, Diego Luna, Ben Mendelsohn, Mads Mikkelsen, Forest Whitaker e outros.
Distribuidora: Disney/Buena Vista

Sinopse:

 Ainda criança, Jyn Erso (Felicity Jones) foi afastada de seu pai, Galen (Mads Mikkelsen), devido à exigência do diretor Krennic (Ben Mendelsohn) que ele trabalhasse na construção da arma mais poderosa do Império, a Estrela da Morte. Criada por Saw Gerrera (Forest Whitaker), ela teve que aprender a sobreviver por conta própria ao completar 16 anos. Já adulta, Jyn é resgatada da prisão pela Aliança Rebelde, que deseja ter acesso a uma mensagem enviada por seu pai a Gerrera. Com a promessa de liberdade ao término da missão, ela aceita trabalhar ao lado do capitão Cassian Andor (Diego Luna) e do robô K-2SO.

Minha Impressão e Desabafo:

É sempre maravilhoso ver Star Wars em uma telona. Ainda mais maravilhoso é mergulhar neste universo criado por George Lucas em cada filme. Quando soube que Rogue One seria produzido, um frio na espinha me abateu. Medo? Sem dúvida! Mas eu tinha fé! Continue lendo