[OUTUBRO DO TERROR] RESENHA: SANGUE QUENTE – ISAAC MARION

0002

Livro: Sangue Quente
Autor: Isaac Marion
Editora: Leya
Páginas: 256

Sinopse:

R é um jovem vivendo uma crise existencial – ele é um zumbi. Perambula por uma América destruída pela guerra, colapso social e a fome voraz de seus companheiros mortos-vivos, mas ele busca mais do que sangue e cérebros. Ele consegue pronunciar apenas algumas sílabas, mas ele é profundo, cheio de pensamentos e saudade. Não tem recordações, nem identidade, nem pulso, mas ele tem sonhos.

Após vivenciar as memórias de um adolescente enquanto devorava seu cérebro, R faz uma escolha inesperada, que começa com uma relação tensa, desajeitada e estranhamente doce com a namorada de sua vítima. Julie é uma explosão de cores na paisagem triste e cinzenta que envolve a “vida” de R e sua decisão de protegê-la irá transformar não só ele, mas também seus companheiros mortos-vivos, e talvez o mundo inteiro.

Assustador, engraçado e surpreendentemente comovente, Sangue Quente fala sobre estar vivo, estando morto, e a tênue linha que os separa.

Minha resenha:

Eu jamais esperava que este livro fosse me fazer rir! Só de pensar que zumbis podem ter sentimentos, raciocínios lógicos e, pasmem, humor… sim, precisava ler para o Outubro do Terror. Continue lendo

Lançamentos da Leya para 2016

1011042746.jpg

Participei ontem, dia 13 de maio, do evento Leya na Estrada em Porto Alegre e conheci todos os incríveis lançamentos da Editora para este ano. O evento foi apresentado por Rodrigo, do Marketing e pelo curador da Editora e também autor Affonso Solano, que escreveu Espadachim de Carvão, lançado no final de 2015. Já fui em vários eventos das editoras e posso garantir que este foi um dos melhores. Muito bem apresentado, bem humorado e, embora longo, a gente não viu o tempo passar. Pudemos opinar em títulos e capas dos livros, nos mostraram o processo de criação das capas, artes e decisões sobre as publicações.  Enfim, foi realmente muito legal. Quem estiver na rota dos próximos eventos não pode perder (saiba a agenda aqui). Continue lendo